MAIS QUE UM TREINADOR, UM GRANDE AMIGO: TONINHO

imgtoninho

Eu gostaria de nesta postagem fazer uma homenagem especial a uma pessoa que “completou a sua carreira” nesta terra coroado de honras e glórias através de uma história de vida dedicada ao treinamento e desenvolvimento de pessoas nos quase últimos 30 anos: Antonio Neto ou como gostava de ser chamado: Toninho ou simplesmente Tó.

Hoje em dia todos nós podemos afirmar que poucas pessoas neste mundo são capazes de nos marcar positivamente seja no âmbito pessoal ou profissional, infelizmente poucos estão dispostos a contribuir voluntariamente com o autodesenvolvimento daqueles a sua volta. Porém, todos os que conheceram o Toninho certamente reconheceram nele uma destas pessoas raras e um ser humano incrível e detentor de inúmeras características positivas, das quais ressalto algumas abaixo:

  • Amigo: todos que conheceram o Toninho sabem o quanto ele era alguém alegre, amigo, sincero, fiel e uma pessoa muitas vezes capaz de fazer além do que estava ao seu alcance, somente para ajudar o seu próximo;
  • Treinador: um grande professor que exercia a sua vocação com naturalidade em “sala de aula” e fora dela, sempre pronto a observar, orientar e prestar feedbacks positivos e construtivos aqueles que foram seus treinandos;
  • Criativo: todos nós reconhecíamos nele um dom incrível para “pensar fora da caixa” e propor inúmeras dinâmicas, exercícios, treinamentos e abordagens de aprendizagem muito inovadoras e criativas, algo que sempre agregava valor em tudo que ele fazia;
  • Evangelizador: sempre com muito bom senso e discernimento, Toninho aproveitava qualquer oportunidade para compartilhar a sua vida de fé cristã e as boas novas do evangelho, nunca se propôs a pregar – mas sim a falar do amor de Deus;
  • Pai e esposo querido: Tó expressava a todos a sua volta a importância e o valor da família, ele era um grande – amoroso e preocupado pai e muito dedicado as suas filhas e certamente foi um valoroso companheiro e esposo;
  • Bondoso: muitos daqueles que eram próximos ao Toninho puderam reconhecer nele, um ser dócil, honesto, sincero e desprovido de qualquer maldade no sentido puro da palavra, algo que muitas vezes era confundido com ingenuidade por aqueles que não o conheciam de verdade, pois tais traços apenas representavam a sua forma de ver e interagir com o mundo através de um grande e bondoso coração.

Este acontecimento marcou muito a todos que conviveram próximo a ele, principalmente aqueles que puderam o “honrar em vida” com uma amizade e coleguismo sincero, fato que também nos ajuda a refletir sobre a importância e fragilidade da vida, sobre as prioridades que damos as coisas, sobre o quanto valorizamos aquilo que temos e sobre o fato de que tudo o que devemos fazer, de certo e correto, deve ser feito enquanto estamos vivos e enquanto aqueles que “amamos” vivem.

A todos que lerão este post, eu gostaria de sugerir que troquemos a saudade pela lembrança viva de um Toninho que sempre contribuiu muito com seus  treinandos e amigos, e que durante sua vida – por onde quer que passou – nos cativou a todos, como diz o pensador: “Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”. (Antoine de Saint-Exupéry).

Querido amigo e grande treinador Toninho, muito obrigado por tudo!

Amigos da Líder Treinador.

Faça seu Comentário